Sob a gestão da FUNEV, a entidade ampliou atendimento e reformulou processos, ampliando assistência à população

O Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime (HEELJ) completa 27 anos nesta quinta-feira celebrando conquistas e melhorias no atendimento à população. Localizado na cidade de Pirenópolis (GO), a instituição foi fundada como unidade estadual em 7 de outubro de 1995, tendo sido gerida pele prefeitura local até 1999. A partir daquele ano, o Governo Estadual assumiu e assim permaneceu até 2014, quando passou a ser administrada por organizações sociais (OSs).

Para celebrar o marco, foi realizado um evento no Hospital, que contou com um culto, uma missa, que tiveram comando do Padre Wellington Gonçalves, Pastor Lourival Melo e Pastor Israel. Além disso, o evento teve fala da diretoria e de colaboradores. Estiveram presentes na oportunidade, autoridades como Marcelo Oliveira, assessor do Secretário Municipal de Saúde; Breno Mendonça, Procurador da Secretaria de Saúde; Fernanda Cristina, Coordenadora do Setor de Regulação de Pirenópolis; e Capitão Cristiano, Representante do Corpo de Bombeiros de Pirenópolis. Entre os convidados, estavam Helieth Ferreira do Lar São Vicente de Paula de Pirenópolis.

Ao longo dos 27 anos de existência, o Hospital ajudou a população do município, do estado e imediações, oferecendo um atendimento de qualidade. Sob a gestão da Fundação Universitária Evangélica (FUNEV), que há um ano e nove meses gere o HEELJ, o espaço passou a ter metas mais arrojadas e mudança de perfil, o que incluiu serviços com mais especialidades e atendimentos cirúrgicos.

“Além de a nova gestão ter acertado todos os salários atrasados da equipe, há um planejamento de ampliar o atendimento, que é de duas mil pessoas por mês. Hoje, o hospital realiza 150 procedimentos cirúrgicos mensais, tem taxa de ocupação aceitável na internação, equipe profissional com psicólogo, assistente social, nutricionista, e permanece prestando serviços ambulatoriais a toda a comunidade, sem contar os atendimentos, mas áreas de ortopedia, psiquiatria, psicologia, nutrição e cirurgia geral”, diz Joseval dos Reis Britto, diretor da unidade.

Para João Pedro dos Santos, diretor executivo da FUNEV, a nova gestão tem como missão ampliar a já conhecida tradição do hospital, que é o atendimento de qualidade e, para isso, foram feitas melhorias como o acerto de contas com a equipe, além de trazer para os seus colaboradores treinamentos e capacitações permanentes.

“Nosso principal ativo e propósito é desenvolver profissionais capacitados e prontos para a proposta da unidade. A padronização dos atendimentos através do sistema regulatório do Estado trouxe mais assertividade ao processo de encaminhamento de vagas. Além disso, o fato de durante a pandemia termos conseguido manter o atendimento de quem nos procurava e até termos sido referência em atendimento, ressalta nosso compromisso com a saúde da população”, conclui João Pedro.

A unidade possui alguns colaboradores que fazem parte da história do Heelj, como Maria Vulpina Godinho Gomes, Assistente Técnico de Saúde, que atua no hospital desde julho de 1985 e Waldivino de Souza Canedo, motorista, que está desde 1998, considerados exemplos de funcionários que acompanharam a evolução da entidade. “É uma honra integrar o time do   HEELJ e poder fazer a diferença na vida das pessoas do nosso entorno”, destacou Waldivino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.